TEREZ ZANETTI STUDIO HAIR

sábado, 19 de setembro de 2009

Muito além do Formoldeído

Reportagem da Revista Cabeleireiros.com edição 35

http://www.bsg-revistacabeleireiros.com/materia/muito-alem-do-formaldeido/35


Saiba por que você deve ficar atento no momento de indicar alisamentos capilares para as clientes ou fazê-los

Alberto Keidi Kurebayashi (presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia)

Na incessante busca pelo padrão de beleza reconhecido no momento, as pessoas se deixam levar por falsas promessas e usam produtos irregulares que trazem graves consequências à saúde, como o formaldeído e outros agentes cancerígenos.

Sobre o formaldeído é possível citar um importante estudo de 2006 da International Agency for Research on Cancer (IARC), que diz: “Existem evidências epidemiológicas suficientes de que o formaldeído causa câncer nasofaríngeo em humanos”.Esse assunto já foi muito bem abordado em outras edições da revista Cabeleireiros.com, mas tomo a liberdade de reforçar as dicas e chamar a atenção para outro perigo: o glutaraldeído.Esse ingrediente tem sido utilizado como substituto do formaldeído, e profissionais de índole duvidável vem dizendo que ele é seguro e não traz os mesmos riscos.

Mas o glutaraldeído é tão nocivo quanto o formaldeído, e os riscos que ele traz são comprovados cientificamente. Não vale a pena arriscar a saúde e ter sequelas pelo resto de sua vida em troca de uma beleza temporária. Para que isso não ocorra, preste atenção em alguns pontos importantes:Em alisamentos capilares, o uso de formol e do glutaraldeído é proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial